Como fazer o diagnóstico de um HDD – Parte 2

Como fazer o diagnóstico de um HDD – Parte 2

Nesta segunda parte iremos abordar como fazer a inspeção visual do disco. Podemos dividir esta inspeção em duas partes: partes internas e PCB.

Partes Internas:

  • Verificar a geometria do HAD. Pode estar ligeiramente dobrado caso o disco tenha sofrido uma queda (comum em discos 2.5”)
  • Verificar os cantos e bordas do disco. Podemos encontrar marcas que nos confirmam se o disco caiu ou levou alguma pancada.
  • Verifique os parafusos e as etiquetas de segurança, desta forma poderá verificar se o disco foi aberto anteriormente caso os selos estejam violados.
  • Antes de ligar o disco, abane-o ligeiramente e veja se ouve alguma peça a abanar internamente. Caso ouça, não arrisque a ligar o disco, pois poderá danificar as superfícies onde os dados estão armazenados.
  • Se esse for o caso, avalie a sua capacidade para abrir o disco e realizar os procedimentos necessários para voltar a colocar o disco funcional. Se não souber quais são esses procedimentos, entregue o equipamento a um profissional.

 

 

PCB:

  • Remova a PCB e procure por elementos queimados, com indícios de corrosão ou danificados, assim como o estado da interface (SATA/USB/IDE).
  • Preste especial atenção aos conectores assinalados na image mem baixo. Podem oxidar facilmente e tornar a ligação à cabeça de leitura imperfeita. Poderá limpar os mesmos com uma borracha até ficarem com um aspecto brilhante.

Se após estes procedimentos não conseguir localizar o problema, pode sempre entregar-nos o disco e nós faremos o diagnóstico por si, sem qualquer custo.